A figura central, nesse esforço de incrementar o desenvolvimento econômico do Município é, sem dúvida, o Chefe do Executivo, que é a grande liderança local. 

Cada município tem suas peculiaridades mas todos têm recursos naturais, pessoas com iniciativa e capacidade gerencial, poupança que vira capital e um mercado consumidor local, regional e até nacional, especialmente no setor de Turismo.

Cabe à Administração Municipal incentivar e agregar esforços no sentido de transformar estas potencialidades locais em empreendimentos concretos que incrementem o emprego, a renda e a arrecadação municipal.

Assim os membros da Câmara Setorial de Lazer e Turismo no Meio Rural, entidades extremamente representativas do Turismo Rural e do Ecoturismo, vêm solicitar aos Srs. Prefeitos eleitos para a gestão 2001 a 2004, seu apoio no desenvolvimento do Turismo Rural e ao Ecoturismo e para tanto, sugerem algumas ações simples, mas que em muito incrementarão tais atividades: 

a- Promover a conscientização da comunidade local em relação a importância da atividade turística; 
b- Encaminhar ações para promover o levantamento do potencial turístico do município , permitindo o reconhecimento dos atrativos turísticos do Município; 
c- Melhorar e conservar as estradas de acesso às pousadas rurais e às atrações turísticas situadas na área rural;
d- Desenvolver uma política pública de conservação ou de preservação do meio ambiente e, em especial, dos locais considerados como atrativos turísticos do município; 
e- Realizar parcerias para divulgação das atrações turísticas do município, bem como das pousadas existentes, através da imprensa especializada, guias, folhetos, vídeos, sites na internet, feiras e mídia das Entidades, etc.; 
f- Estimular a criação de agências de turismo receptivo nos Municípios, objetivando uma melhor recepção aos turistas e visitantes em geral, com monitores que residam no local; 
g- Facilitar a instalação e o desenvolvimento das pousadas rurais, eliminando ou simplificando as exigências burocráticas, como alvarás de funcionamento e similares; 
h- Desonerar as pousadas rurais e similares do recolhimento de eventuais tributos municipais, como o ISS e as taxas de fiscalização e funcionamento; 
i- Promover através das Secretarias de Turismo Municipais e do COMTUR, ações que estimulem a criação de programas de geração de empregos na área de Turismo Rural e do Ecoturismo; 
j- Estudar , criar e implementar “Fundo de Financiamento ao Turismo”, com recursos municipais e privados, visando o financiamento de projetos de Turismo Rural e Ecoturismo.

Em contrapartida , as pousadas rurais, hotéis-fazenda e similares se comprometem a: 

a) Colaborar na área do Turismo Rural, realizando parcerias com o município na divulgação das atrações , eventos e feiras municipais.

Página Anterior

Próxima Página